Alimentação Saudável no Facebook

SISVAN - Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional

É um sistema de informação que tem por objetivo fazer o diagnóstico descritivo e analítico da situação alimentar e nutricional da população brasileira. Este monitoramento contribui para o conhecimento da natureza e magnitude dos problemas de nutrição, identificando as áreas geográficas, segmentos sociais e grupos populacionais acometidos de maior risco aos agravos nutricionais.

Detectar precocemente os desvios nutricionais, sejam eles, baixo peso ou sobrepeso/obesidade, pode minimizar ou mesmo evitar as possíveis conseqüências decorrentes destes agravos.

No Brasil, o SISVAN foi preconizado na década de 70, recomendado pela Organização Mundial de Saúde - OMS e pela Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS.

Atualmente, a CGPAN/MS tem a responsabilidade de implantar em todo o território nacional a terceira diretriz da PNAN que se refere ao "Monitoramento da situação alimentar e nutricional". Essa ação está instituída no âmbito da atenção básica de saúde do Sistema Único de Saúde - SUS, pela Portaria Ministerial - MS n° 2.246, publicada no Diário Oficial da União n° 202 em 20/10/2004.

Este Sistema é um instrumento para ser usado no Setor Saúde, visando à inserção dos dados de avaliação nutricional das pessoas que freqüentam as unidades básicas do SUS. Servindo como fonte de dados de monitoramento do estado nutricional de indivíduos de todas as fases do ciclo de vida (criança, adolescente, adulto, idoso e gestante).

As informações geradas pelo SISVAN devem estar voltadas para a ação, por meio da Atitude de Vigilância, que é o olhar diferenciado para cada indivíduo, para cada grupo, para cada fase do ciclo de vida, usando a informação rotineiramente para subsidiar as programações locais e as instâncias superiores, repensando a prática do serviço de saúde qualificando a assistência prestada àqueles indivíduos que diariamente estão à procura de atendimento.

O SISVAN também é um instrumento utilizado para acompanhar os beneficiários do Programa Bolsa Família, conforme o Decreto nº 5.209, publicado no Diário Oficial da União de 17/09/2004, que recomenda o monitoramento do crescimento, por meio da avaliação do estado nutricional inserida no SISVAN, o acompanhamento do desenvolvimento e vacinação das crianças menores de sete anos e assistência ao pré-natal de mulheres gestantes.

Fonte: CGPAN / MS - Ministério da Saúde

Saiba mais:
Site: www.saude.gov.br/alimentacao

Comentários

  • Prêmio Josué de Castro
  • Prêmio Josué de Castro
  • sic.sp
  • Comissões Regionais